ABUSO DA AUTORIDADE NA LIDERANÇA

É preciso que se avalie como a liderança vem sendo exercida afim de não se cometer o erro de abuso de autoridade.

Na verdade, o líder que se utiliza do “abuso de autoridade” para exercer a sua liderança, não está, de fato, liderando.

O verdadeiro líder conquista a liderança. Quando isto acontece, ele não precisa ficar “lembrando” ao grupo que ele é o líder. Não há questionamentos por parte do grupo e a liderança acontece naturalmente e sem abusos.

Como identificar verdadeiros líderes? Através de suas atitudes.Por exemplo:

1 – Verdadeiros líderes sabem que não são donos das pessoas:

Quando o líder acredita que as “pessoas” aos quais ele lidera são dele, ele está exercendo o abuso de autoridade.

Dentro do contexto de uma célula, de um setor, de uma área ou de uma igreja, o líder não pode se apossar das pessoas. É preciso saber que as pessoas são do Senhor e que são livres!

O supervisor de setor não pode impedir o liderado de ir ao Pastor ou mesmo ao supervisor de área sem que passe por ele primeiro, por exemplo. Existe uma hierarquia de prestação de contas e o Pastor presidente da igreja, segundo Hebreus 13, é quem prestará contas a Deus do rebanho que foi confiado em suas mãos.

Verdadeiros líderes entendem que são mordomos de Deus ao cuidar das vidas que Ele lhes confiou.

2 – Verdadeiros líderes não obrigam ninguém a nada:

Uma das características principais de um líder que faz uso do “abuso de autoridade” é ele “obrigar” os liderados a fazer o que se deseja.

Nada obrigado dá certo!

Deus não obriga ninguém a nada, não é verdade? Ele mostra o caminho, o que deve ser feito e ensina o caminho.

3 – Verdadeiros líderes não colocam medo nas pessoas:

Existem líderes que colocam medo nos liderados. Exercem uma “pressão” tão grande que as pessoas acabam por fazer o que se deseja.

Perceba que impor medo é diferente de obrigar. É uma forma diferente de “abuso de autoridade”. De fato, o líder que assim age, não está obrigando ninguém. Entretanto, diante do que se fala, os liderados acabam por se sentir “obrigados” a fazer para que não sofram “maldição”, por exemplo.

Verdadeiros líderes não precisam colocar medo em ninguém porque eles sabem como influenciar cada um a participar de projetos, somar em alguma causa específica e, até mesmo, para sair do caminho errado.

4 – Verdadeiros líderes sabem chamar a atenção de seus liderados:

Quando o líder chama a atenção de liderados de maneira áspera, ele está “abusando da sua autoridade”.

O segredo para se chamar a atenção sem cometer o erro de “abuso de autoridade” é falar ao coração e não a mente.

Quando se chama a atenção falando a “mente” do liderado, ele “trava” e cria um bloqueio. Depois que o liderado cria este “bloqueio”, o líder pode falar o que e quantas vezes quiser, mas o liderado não mudará em nada. Ele estará bloqueado para as palavras de ensino do seu líder.

5 – Verdadeiros líderes são fiéis a cadeia de autoridade (Hb 13) e não usam de seus “títulos” para influenciarem seus liderados a fazer diferente:

É preciso ensinar que não se deve fazer nada que seja contrário ao que o líder com maior autoridade tenha falado. A linguagem precisa ser a mesma desde o Pastor presidente até o líder.

Por isso, se em algum grau da hierarquia a linguagem for distorcida, a fidelidade será sempre para com o líder que tiver a mesma linguagem do Pastor presidente, a quem Deus tem dado a visão.

Afinal, LIDERAR É INFLUENCIAR!

Clique aqui e inscreva-se em nosso canal no Youtube.