Cinco dicas para o seu crescimento como líder

Antes de falar sobre as cinco dicas, que tal refletir sobre o texto de Isaías 54.1,2? Diz assim:

 

“Canta alegremente, ó estéril, que não deste à luz; rompe em cântico, e exclama com alegria, tu que não tiveste dores de parto; porque mais são os filhos da mulher solitária, do que os filhos da casada, diz o SENHOR. Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas.”

 

Este texto fala, diretamente, sobre crescimento além de nos dar orientação para que possamos vivê-lo.

 

Que todo líder tem o sonho de crescimento, é um fato. Mas o que, nem sempre é tão óbvio, é como se alcança este crescimento. Então, vamos as dicas:

 

1ª Dica – É preciso que se declare o crescimento mesmo que ele ainda não tenha “chegado”

 

Veja, o texto de Isaías começa dizendo – “Cante alegremente, ó estéril, que não deste a luz” – Mas, como uma mulher estéril, que na época era uma condição que trazia vergonha, poderia cantar?

 

No entanto, a continuação do texto deixa claro que a orientação é para ela declarar “profeticamente” o seu crescimento. Ou seja, aquela mulher precisaria declarar o crescimento sem que ele, de fato, tivesse chegado. Ela precisaria declarar os muitos filhos sem, nem mesmo, ter gerado, muito menos, ter tido dores de parto.

 

O líder precisa declarar o crescimento que ele está buscando como se este crescimento já fosse uma realidade, mesmo que todas as circunstâncias a sua volta estejam contrárias a este pensamento.

 

Quando declaramos o que queremos viver com fé, isso nos traz motivação e força para agirmos como precisamos nos levando, assim, a viver o que desejamos. Sem contar que, quando um líder está motivado e certo de que aquilo que ele declara vai acontecer, ele motiva os seus liderados e empodera a equipe de forma que o crescimento acaba se tornando uma consequência do trabalho do grupo, ou seja, o crescimento se torna inevitável! E, tudo isso, porque o líder decidiu declarar o crescimento, com fé, constantemente.

 

2ª Dica – É preciso ampliar o “lugar da tenda”

 

No texto, a tenda era o lugar onde ela colocaria os filhos. Então, se a orientação era para que ela se alegrasse pelos muitos filhos que elas receberia, ela precisaria de um lugar grande para recebê-los.

 

O líder precisa ampliar a sua “tenda” para receber o crescimento que ele espera. E, o que é isso? Ampliar a tenda é ampliar a mentalidade no que diz respeito ao que se pode cuidar, ao que se pode suportar e a respeito de coisas grandiosas que se pode viver. Desta forma, a mente vai começar a se adaptar a coisas cada vez maiores e começará a fazer o corpo a trabalhar para que estas coisas aconteçam.

 

Por isso é muito importante o líder “colocar” em sua mente pensamentos que as coisas então indo bem, como deveriam, e que, logo, logo, o crescimento chegará. Assim, as estratégias começaram a surgir.

John Maxwell diz, em um de seus livros que pensar pequeno e pensar grande dá o mesmo trabalho. Então, vamos pensar grande, não é verdade?

 

3ª Dica – É preciso estender as “cortinas”

 

As cortinas proporcionariam a segurança e o bem-estar dos filhos na tenda, assim como, para um crescimento consistente, será preciso estar andando debaixo de uma cobertura.

 

Andar debaixo de cobertura não significa que alguém estará colocando cabresto na liderança. Antes, significa que se tem alguém para aconselhar, ajudar, orientar, mentorear e mostrar o que não se conseguiria ver sozinho.

 

Todo líder enfrenta momentos de dificuldade e tensão. Mas, quando se anda debaixo de cobertura, esse alguém está ao meu lado para motivar, me abençoar e me dar o apoio necessário para que eu possa continuar avançando e crescendo.

 

4ª Dica – É preciso “alongar as cordas”

 

As cordas fazem as amarrações da tenda. Trazendo para a vida do líder, as amarrações podem ser comparadas aos relacionamentos. Quando um líder tem bons relacionamentos, ele cresce.

 

O líder precisa ter relacionamentos com pessoas que estão na mesma visão, com o mesmo “pique” de crescimento e que irão motivá-lo a continuar a perseverar na dura tarefa de liderar.

 

Além disso, ele também vai precisar ter bons relacionamentos com seus liderados, ou seja, ele vai precisar de pessoas que conheçam o seu coração e desejem pagar o preço com ele para, juntos, alcançarem o preço necessário na busca do crescimento.

 

Líder nenhum alcança resultado sozinho ou sem ter bons relacionamentos de amizade que o façam vencer seus desafios com fé e coragem. É preciso “alongar as cordas” dos bons relacionamentos.

 

5ª Dica – É preciso “firmar bem as estacas”

 

Firmar estacas fala de criar raízes, de ser fiel aos seus relacionamentos e a organização que você pertence, por exemplo.

 

O líder precisa ter raízes bem firmes para que ele possa resistir as pressões de uma liderança e não se deixe levar por “ventos de doutrina”.

 

É muito triste ver líderes que, a todo instante estão mudando de liderança ou de organização como se “muda de roupa”.

 

Se Deus te plantou em algum lugar, é lá que você precisa servir independente de qualquer coisa. Tem problemas? Claro! Em qualquer lugar e com qualquer liderança os problemas virão. O que faz de alguém um líder de sucesso é a capacidade de perseverar e fazer a diferença na equipe e no lugar onde Deus o plantou, somando com ideias e abraçando a visão da liderança em obediência e submissão.

 

Se você quiser saber mais sobre este assunto, não deixe de estar presente no nosso Café de Pastores e Líderes especial que acontecerá às vésperas da Conferência F5 UPGRADE. Será um evento gratuito e, por isso, faz-se necessário a confirmação de presença através do WhatsApp 21-97016-2326.