Como desenvolver uma equipe que cresce

Não é incomum ouvirmos líderes apaixonados por liderança querendo crescer e avançar no ministério, não é verdade?

Bem como, não é incomum ouvirmos de líderes apaixonados por liderança, que cresceram bastante, mas, que em dado momento, o seu crescimento travou, que não estão mais crescendo como deveriam, pois a equipe não estava mais “produzindo” como antes.

Esta dificuldade de fazer a equipe crescer com constância, tem sido bastante comentada em meio à liderança de uma forma geral. Então, o que fazer quando isso acontece?

O primeiro passo é fazer com que o líder que está crescendo entenda que ele precisa levar sua equipe junto. Ou seja, à medida que for crescendo, ele precisa desenvolver as pessoas a sua volta, levando-os a crescer junto. Como? Perdendo o medo de perder o “controle”.

Isso mesmo! O líder precisa fazer com que a sua equipe seja criativa tanto para criar novas estratégias, quanto para a solução das situações do dia a dia. E, não tem como o líder fazer isso sem dar a equipe certa liberdade. Somente assim as pessoas conseguirão desenvolver o seu potencial de liderança.

Porém, é fato que um dos maiores impedimentos de um líder dar liberdade a uma equipe é o medo de perder o “controle”. Então, para ajudar o líder neste contexto, a melhor forma de dar liberdade sem que se perca o controle é determinar algumas regras. Afinal, “o combinado não sai caro”, não é verdade?

Exemplos de regras:

1 – Não quebrar os princípios da Palavra de Deus

Isso quer dizer que a equipe pode ser criativa para criar soluções para as adversidades ou para aplicar novas estratégias ou projetos desde que não quebre os princípios da Palavra de Deus.

2 – Ter amor

Tudo o que o que a equipe se propuser a fazer, precisa ser feito com amor, seja para a criação de novos projetos ou estratégias ou para a resolução de situações.

Não tem como uma equipe crescer se não tiver amor envolvido, seja em suas relações interpessoais ou por suas tarefas.

3 – Ter excelência

Não tem como uma equipe crescer se fizer as coisas de qualquer maneira.  É preciso que a equipe esteja comprometida em fazer tudo com excelência.

Em tudo, seja para a criação de uma nova estratégia ou para a resolução de um problema, o líder precisa buscar a melhor forma de fazê-lo. Somente assim, os resultados virão.

4 – Proteger a unidade da equipe

O líder precisa estar envolvendo todo mundo, para que todos estejam vivendo a verdadeira unidade, sentindo parte do Corpo de Cristo.

Ao contrário do que muitos líderes pensam, esta regra não atrapalha, antes, colabora para o crescimento do grupo, pois faz com que cada um se sinta, de fato, útil e importante.

5 – Tudo precisa estar dentro das possibilidades financeiras reais

O líder não pode criar um monte de estratégias e planos sem antes verificar se há recurso financeiro disponível para tal.

Tudo o que for sugerido precisa passar por esta regra: “Está dentro das nossas possibilidades financeiras?”.

Depois das regras criadas, o líder, então, poderá dar liberdade para que sua equipe possa criar soluções para os mais adversos problemas, se desenvolva e cresça. É preciso despertar o desejo em cada um de estar ainda mais comprometido e envolvido com o crescimento do Reino de Deus.

Este é um princípio que está em Êxodo 18, quando Jetro diz a Moisés que ele precisava delegar as tarefas e apenas as mais difíceis deveriam ser trazidas a ele.

O líder é o responsável por fazer a equipe desenvolver e crescer sem sair da visão que Deus deu a ele. Para isso, ele precisará supervisionar o que foi delegado e prestar contas de tempos tem tempos.

Nós temos, em nossa loja aqui no site, o Curso “Top Líder”. Um curso voltado justamente para desenvolver o crescimento e o amadurecimento da liderança. Vale a pena conferir. CLIQUE AQUI que o link levará você direto para o produto.