Como lidar com pessoas difíceis e problemáticas

É muito comum ouvir líderes, supervisores e Pastores comentando sobre assunto. O mais interessante é que por andarmos encontraremos pessoas difíceis, seja no ministério, na família ou no trabalho. Assim, não adianta mudar de célula, de Igreja, de família ou de trabalho. O jeito é aprender a lidar com as pessoas do jeito que elas são.

Se, enquanto nós estivermos aqui, nesta terra, teremos que lidar com pessoas problemáticas e difíceis ao nosso redor, como fazer, então?

Eu quero compartilhar com você três dicas importantes que eu aprendi e tenho, não só me esforçado em praticar, como, também, tenho ensinado a minha equipe. Veja:

1ª Dica – Amor incondicional

Se nós não tivermos o amor incondicional, será muito fácil mandar o problemático embora, rejeitá-lo ou ignorá-lo.

A única forma de termos paciência com pessoas difíceis e problemáticas é o amor incondicional. E o que é o amor incondicional?

O amor incondicional é o amor que não está condicionado a alguma coisa que eu espero do outro, ou seja, é o amor de Deus em nós. O amor de Deus não está condicionado a nenhum comportamento humano de merecimento ou não.

Eu não estou dizendo que é algo fácil suportar certas pessoas que, de fato, tornam-se um desafio para qualquer um. Entretanto, eu estou te convidando a fazer como eu que, todos os dias, oro ao Senhor para me ajudar derramando sobre mim, mais e mais desta unção de amor incondicional porque entendo que são pessoas valiosas para Deus e que Ele as tem confiado a mim.

E, por que se faz necessário tanto empenho? Porque nós poderemos ser a última esperança desta pessoa melhorar. Deus pode estar tentando nos usar como instrumento para mudar a vida desta pessoa e nós precisamos fazer o nosso melhor para que estas pessoas vejam Jesus em nós e possam desejar a transformação em suas vidas.

Esse tipo de amor, o amor incondicional, não é um amor que conseguimos demonstrar de forma natural, por isso é necessário entrar na presença de Deus, todos os dias, e pedir a Ele este amor. O amor incondicional é algo sobrenatural, ou seja, vem do alto.

2ª Dica – É preciso aprender a desenvolver a empatia

Para que você consiga falar ao coração de uma pessoa difícil e problemática e ela ir recebendo o seu ensinamento, será preciso que você desenvolva a habilidade da empatia.

O que é a empatia? Empatia é a habilidade de se colocar no lugar do outro para que o outro consiga se “espelhar” com você, ou seja, ele estará vendo ele mesmo em você.  Quando isso acontece, tudo o que você for falar, a conexão se dará mais facilmente e, também, será absorvido mais facilmente no coração e na mente da pessoa problemática, fazendo com que ela receba, de fato, o ensinamento que se deseja passar.

Como fazer isso na prática? Quando você estiver conversando com este tipo de pessoa, se esforce em entender o porquê que ela está agindo ou falando da maneira que está, por exemplo. Quando entendemos o que está gerando o comportamento inadequado, podemos conversar com a pessoa de forma diferente. Ela vai perceber que a compreendemos e isso gera o conforto necessário para que ela se abra para os conselhos e tenha a oportunidade de mudar de vida. Isso é empatia.

3ª Dica – É preciso aprender a desenvolver a inteligência emocional

Não tem como você querer lidar com pessoas difíceis e problemáticas sem aprender a desenvolver inteligência emocional.

E, o que é inteligência emocional? O que a ciência hoje chama de inteligência emocional, a Bíblia, há muito tempo, nos ensina como Fruto do Espírito (Leia Gálatas 5).

Para que você aprenda a lidar com pessoas difíceis, você vai precisar ter domínio próprio, paz, mansidão, longanimidade, bondade, amor e todas as demais características que compõe o Fruto do Espírito em Gálatas 5.

Se você quer aprender a lidar com pessoas difíceis e problemáticas, você precisa que a realidade que Gálatas 5 fala sobre o Fruto do Espírito se manifeste através da sua vida.

Seguindo estas três dicas, eu e minha equipe temos sido transformados e, através da misericórdia e da graça de Deus, temos sido usados como canais de bênção para levar a transformação a outras vidas.

Por isso, não desista de pessoas difíceis e problemáticas. Sê tu uma bênção!