OS CINCOS NÍVEIS DA LIDERANÇA

OS CINCO NÍVEIS DA LIDERANÇA

Todo líder deve buscar um crescimento contínuo em sua jornada. O líder que para de crescer, logo deixará de ser líder. As pessoas não querem seguir líderes que pararam de crescer. O líder precisa avaliar, constantemente, em qual nível de liderança ele está. O mestre na arte da liderança John Maxuell, fala em seus livros sobre cinco níveis da liderança. Eu, particularmente, acredito que precisamos avaliar em qual nível nós estamos e lutar para chegarmos ao topo da liderança se quisermos fazer algo relevante.

1 – O Nível da Posição

O Nível mais baixo de liderança de qualquer pessoa está fundamentado em um título ou na descrição de um cargo. Se as pessoas seguem um líder apenas porque ele é o chefe ou o líder do grupo, então ele é um líder posicional. As pessoas o seguem apenas porque têm (ou acham que têm) que segui-lo. A melhor maneira de avaliar se você é um líder posicional é pedir às pessoas que o sigam além das fronteiras de sua autoridade estabelecida. Se elas não o seguirem, então você está no nível 1 da liderança.

Toda liderança começa no nível posicional. Mas a liderança que permanece neste nível por muito tempo, vai enfraquecendo ao invés de se fortalecer. Um líder que deseja que as pessoas o sigam simplesmente porque ele é o “chefe”, logo perderá o respeito de seus liderados.

2 – O Nível da Permissão

O próximo nível de liderança está baseado nos relacionamentos entre o líder e seus subordinados. A medida que os seguidores confiam e gostam de seu líder, eles começam a segui-lo  por que querem fazê-lo. Este foi o caso de Débora. Ela se tornou juíza pelo fato do povo respeitá-la. A partir do relato das Escrituras que diz que as pessoas vinham a ela, sabemos que ela tinha permissão de influenciá-los.

Quando você recebe a permissão do povo para ser seu líder, todo o processo de liderança torna-se agradável a todo mundo. Mas os relacionamentos positivos sozinhos não são fortes o suficiente para criar uma liderança duradoura. Para começar a colher os frutos da liderança positiva, você precisa ir para o próximo nível.

3 – O Nível da Produção

No nível da produção, a influência é sedimentada e o respeito aumentado por causa daquilo que o líder e os subordinados alcançam juntos. As pessoas começam a segui-lo por causa daquilo que o líder fez pela equipe ou pela organização. O sucesso de Débora, como juíza, foi o benefício realizado em prol de todas as pessoas.

Todo o mundo gosta de resultados. As pessoas apreciam de maneira especial os resultados quando experimentam o sucesso em conjunto. Se você atingir esse nível, tanto sua equipe, quanto você mesmo, poderão atingir muitos objetivos. Porém, é preciso cumprir o passo seguinte para experimentar impactos capazes de causar mudanças de vida.

4 – O Nível do Desenvolvimento de pessoas

O Maior chamado que um líder pode ter é o de ajudar pessoas a se desenvolverem de modo que alcancem o seu potencial. Os melhores líderes ajudam outros líderes a alcançarem seu potencial. Foi isso que Débora fez. Ela ajudou Baraque a alcançar o proposito que Deus estabelecera para ele.  Um líder que chega ao nível de desenvolvimento de pessoas, muda o seu foco, saindo da preocupação de inspirar e conduzir seguidores, para o desenvolvimento e liderança de outros líderes. Ao se tornar um desenvolvedor de pessoas, seu maior esforço dá-se  na direção de produzir sua liderança em outras pessoas e ajudá-las a alcançar o seu potencial. O tempo que você gasta com as pessoas é um investimento. Como resultado, elas o respeitam não apenas por aquilo que você fez pelo time, mas também pelo que fez a elas em nível pessoal.

5 – O Nível da respeitabilidade

O quinto e mais alto nível de liderança é a respeitabilidade. É o nível em que o respeito alcança o seu ponto máximo. Um líder que passa sua vida desenvolvendo pessoas e organizações causa tamanho impacto por um longo período de tempo que as pessoas o seguem por causa de quem ele é e do que ele representa.  Ele é o melhor dos melhores.