SETE SEGREDOS PARA O CRESCIMENTO PESSOAL E MINISTERIAL

O texto de 2 Reis 6 fala a respeito de um grande crescimento. A passagem descreve que os discípulos de Eliseu estavam na casa de profetas onde estudavam quando um desses discípulos começa a pensar que eles deveriam construir uma casa de profetas maior. Então, ele convoca uma equipe e todos vão ao rio Jordão para cortar madeira para o início da construção da nova casa de profetas.

O interessante é que este texto aparentemente simples contém segredos poderosíssimos inseridos em seu contexto. Segredos que são capazes de gerar resultados ainda nos dias de hoje, pois falam de características necessárias para se viver o crescimento, seja em que área for.
O primeiro segredo que o texto menciona é a necessidade de se sonhar com o crescimento. Nesta passagem, um dos discípulos começa a visualizar uma casa de profetas maior. Ou seja, é preciso visualizar o crescimento que se quer experimentar. Este é um dos maiores segredos de pessoas que crescem e alcançam grandes resultados na vida, sonhar e visualizar o crescimento desejado. São pessoas que sonham com o que desejam para os próximos anos, seja na área familiar, profissional ou ministerial, que alcançam grandes resultados.

Contudo, não adianta sonhar se não houver um crescimento pessoal real. Analisando o texto em questão, é possível perceber que o discípulo que começou a sonhar com uma casa maior era um discípulo maduro. Parte-se do princípio que uma pessoa só é capaz de crescer por fora, se ela tiver crescido e amadurecido interiormente. O maior desafio para se vencer muralhas e desafios externos é o crescimento pessoal. É quando se consegue vencer a si próprio que o crescimento nas demais áreas acontece.
Caracteriza-se como crescimento pessoal a superação de situações que há anos não se conseguia superar e que impediam o crescimento externo. Quando se alcança o crescimento pessoal, situações são superadas e as reações se tornam diferentes, gerando a diferença nas circunstâncias externas.

Quando este crescimento pessoal acontece, a liderança pessoal também cresce. O discípulo que sonhou com o crescimento da casa de profetas mostra que, além dele ser maduro, ele também tinha liderança. O texto não diz que ele tinha o “título” de líder, entretanto, mostra que ele juntou uma equipe em prol de um projeto. E, isto é liderar. Liderar não é ter apenas um “título” de líder. Liderar é a capacidade de se exercer a liderança. Liderar é influenciar. Este discípulo conseguiu influenciar toda a equipe a somar no projeto de crescimento que ele teve.
O que se vê com freqüência, são líderes que não têm tido um resultado de crescimento por não saberem exercer sua liderança, por não conseguirem influenciar pessoas ou por não saberem conquistar as pessoas para somar em um projeto, por exemplo. É preciso que se avalie, constantemente, como anda o grau de influência que se tem conquistado.

Esta característica é muito importante em todas as áreas. É muito comum famílias que não prosperam porque o casal não sabe trabalhar em equipe. Não há a habilidade de influência dentro do lar para que o cônjuge (e/ou os filhos) se junte(m) a um projeto de crescimento em prol de toda a família. Saber trabalhar em equipe é muito importante para o crescimento de todos.
Outra característica importante é ter um mentor. O discípulo que sonhou com o crescimento da casa de profetas procurou o seu mentor para falar sobre seu projeto, bem como, fez questão de sua companhia. E foi, justamente, por isso que a construção foi bem sucedida. Pois, no momento em que o discípulo perde o machado e a construção para, o seu mentor foi a pessoa que o ajudou a recuperá-lo de forma que a obra de crescimento pudesse continuar.

Ouve-se muito a respeito de pessoas que começam a crescer, mas logo param. As estatísticas mostram que estas pessoas, geralmente, ou abandonaram o mentor que tinham ou nunca tiveram um mentor. Quando se começa um projeto sem metoreamento e alguma coisa acontece no meio da caminhada, a pessoa se vê sozinha, sem ajuda. Sem ninguém para guiá-la, auxiliá-la ou ajudá-la, não tem como dar prosseguimento ao crescimento.

Um dos principais segredos de pessoas que crescem é ter alguém que fale na vida dela, que pode dar direção e que poderá te motivá-la quando estiver passando por pressões e dificuldades, ou seja, um mentor.
Agora, não basta ter alguém para motivar e ajudar. É Preciso saber liderar com as pessoas. Neste contexto, saber investir nas pessoas certas é um grande segredo de líderes que crescem. Hoje é comprovado que o maior modelo de liderança que já existiu é Jesus. A Bíblia nos mostra que Jesus investiu em doze discípulos certos para o crescimento do Reino de Deus. Ele tinha as multidões que o seguiam, os setenta que estavam mais perto do que as multidões, mas o foco principal de Jesus eram os doze discípulos. Saber em quem investir é primordial para que se viva o crescimento.

A “lei de Pareto”, também conhecida como a “lei 80 x 20”, mostra que apenas 20% das pessoas de uma equipe são responsáveis por 80% dos resultados dos projetos, enquanto os outros 80% são responsáveis por apenas 20%. Quando se analisa esta “lei” no dia a dia de empresas ou ministérios, percebe-se que esta realidade é um fato.
Diante desta informação, o líder de sucesso precisa avaliar a sua equipe e identificar quem são as pessoas que fazem parte desses 20% que trazem os 80% dos resultados para a sua equipe e deve começar a investir em treinamentos específicos para estas pessoas.
Com a equipe “desenhada”, outro desafio é a característica de se manter focado. O foco naquilo que se está realizando potencializa o que se quer alcançar de resultado. Quando não se consegue manter o foco, as distrações com as diversas circunstâncias atrasam e até paralisam o que se está realizando. Quando se perde o foco, a tendência é que se invista em mais de um projeto. Com isso, a probabilidade de não se terminar nenhum é grande, o estresse devido às várias adversidades nos diferentes projetos é enorme, o cansaço aparece e, como consequência, o desânimo se instala.

O líder precisa determinar qual será o seu planejamento de crescimento para que se mantenha foco nos próximos seis meses, por exemplo. É preciso trabalhar duro sem perder a motivação em prol de cada projeto almejado. E isso só será possível se a equipe estiver focada.
Por fim, deve-se lutar para que não se perca nada e nem ninguém importante no meio da caminhada em busca do crescimento. Na passagem bíblica em questão, perdeu-se o machado. O machado era a ferramenta principal para que se tivesse a madeira para a construção da nova casa de profetas. Sem o machado, o discípulo não poderia ajudar no crescimento e a obra poderia atrasar. Entretanto, nada é mais importante do que pessoas. Pessoas são as ferramentas principais para que se experimente o crescimento. Contudo, existem outras coisas importantes que também não se pode perder, por exemplo, o ânimo, a motivação e a determinação, pois sem elas, não se consegue alcançar o crescimento.
Quando um líder consegue praticar estes segredos, a equipe se mantém unida, motivada, focada e o crescimento se mantém constante.

Clique aqui e inscreva-se em nosso canal no Youtube.